O tempo


Os meses se passaram é como eu tivesse esquecido tudo, do blog, da vida, de todas as coisas que relativamente me deixam feliz. Inclusive a própria vida muitas das vezes tem disso mesmo. Às vezes é passageiro, porém isso pode se transformar em problemas que não são saudáveis. Faz tempo que tenho escrever, às vezes eu ficava me perguntando se de fato era isso mesmo que eu queria.

Só que dessa vez eu vim aqui, sem comprometimentos, Sem promessas, sem desculpas. Tenho o meu tempo como todas as pessoas desse mundo. Me vi muito confuso sobre a vida, do que eu realmente queria, e quando se escreve não é saudável ficar guardando tudo dentro de si, talvez esse seja o preço de se escrever, de que sempre tiver um sentimento deixar fluir nas palavras.

Não mudou muitas coisas do ultimo post para hoje, eu não mudei relativamente nada, só conquistei, me decepcionei várias vezes, tive medos, alegrias (muitas), meus dias nublados de bad, assisti filmes, ouvi minhas musicas preferidas, dei desculpas, fui à academia, conversei com amigas, pensei em desisti por várias vezes, reencontrei pessoas, conheci outras. E por fim, muito obrigado por está aqui, e desculpas. 
Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger