Não espere tanto de mim


Ufa! Enfim um tempo para digitar um pouco sobre meus sentimentos, do que está me incomodando, do que falta, do que não me completa. Quando se escreve fica difícil passar muito tempo fazendo outras coisas principalmente quando sua mente só quer um pouco de espaço, e esse espaço só precisa ser preenchido com um pouco de concentração uma boa musica, e um turbilhão de sentimentos para ser digitalizados.

São vários pensamentos que se misturam e no fim das contas, eu não sei o que faço, é correr contra o tempo, uma corrida obsessiva para ter um objetivo satisfeito no fim do mês com a balança, é auto estima que precisa está sempre legal, são tantas coisas. Desculpem as mesmices é que minha vida ultimamente não tem mudado muitas coisas, elas só inverteram algumas, é uma prova do curso que eu preciso estudar, é acordar uma hora mais cedo para ir para academia, é gravar vídeos, é ter uma edição considerada perfeita, é receber elogios, é não se importar com as criticas, é sempre tentar agradar, é sempre viver em função de todos menos de mim. Eu não estou reclamando, eu estou falando que muitas das vezes dá vontade de desistir e viver tudo diferente, porém eu amo fazer o que eu faço e não me imaginaria fazendo outra coisa, por tanto as coisas vão mudar, eu tenho fé em Deus.

Às vezes eu tenho um medo absurdo que nada mude. Será que daqui um mês, um ano, e eu ver esse texto, será que vai ter mudado alguma coisa? Eu tenho medo que essa minha forma de pensar, me faça parar no tempo e não evoluir.

Quando a gente escreve com o coração fica difícil se concentrar, confiar, ou mesmo raciocinar, é preciso de um espaço na mente para ser liberado todo esse sentimentalismo, é questão de viver preso as palavras, ou escrever sobre o sentimento. Eu estava com saudades disso. Peço paciência, compreensão, não está sendo fácil para eu ter que viver dessa forma. Talvez vocês nem entendam o significado desse texto, porém para mim e para o meu coração sabe o quanto ele faz sentido e o quando ele vai me fazer bem, eu creio que sim. Isso me faz bem, liberta, eu acho que é isso. Não esperem perfeição, esperem erros que possam ser acertados, não esperem felicidade, esperem também tristeza por que ela faz parte. Esperem um novo dia que possa ser recomeçado e que tudo possa mudar, assim creio. Eu voltei.
Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger