Não deixe seus medos desistirem por você


Se tem uma coisa chata na vida são pessoas chatas, gente que só faz discordar das coisas, pessoas que só faz as coisas pra te ver triste, e sem dúvidas tentam, fazem de tudo pra ver se conseguem, e se você não for forte o suficiente ou pelo menos tentar ser, acaba desistindo de todos os seus objetivos. Eu sei que às vezes eu uso essa pauta demais aqui no blog, mas vamos ter que ter mais uma conversinha.

Vamos voltar lá na época da escola do ensino médio eu sempre gosto de mencionar ela, por que foi lá que passei os três piores anos da minha vida, sem sombra de dúvidas. Eu sempre fui uma pessoa mais gorda, e nunca tive vergonha disso, e de fato até hoje eu não tenho pra ser sincero, até por que isso não é motivo pra se ter vergonha. Mas acontece que às vezes as pessoas adoram colecionar mal estar em cima dos outros, o que será? Será uma crítica construtiva? Não. O que acontece é que as pessoas adoram rir por algum motivo que eu ainda não entendo de uma pessoa que é diferente das demais.

Em pleno século XXI, as pessoas ainda não conseguiram aceitas as diferenças das outras pessoas, eu sempre fui do tipo de pessoa, que sempre ligava muito para o que os outros iriam falar, mas como falei ‘era assim’, eu sempre fui muito dependente das pessoas, por que eu tinha um pouco de receio de andar sozinho na rua, escola em qualquer lugar que pudesse existir uma pessoa, então eu mudei. Sempre achei que isso era meu psicológico cheio demais, tomei remédios como forma de válvula de escape (eu achava que dormindo eu poderia esquecer todos os problemas, mas nada que no outro dia começasse a acontecer tudo de novo). Só minha mãe sabe o tanto que eu sofri com isso, mas o que eu quero falar que se eu não ligasse tanto pro que os outros pensassem tanto de mim, eu poderia ter saído mais, poderia também ter sido feliz mais. E tipo, eu fui feliz mais de uma forma não tão intensa, não como eu queria de fato, hoje eu vejo o tanto de coisas que eu perdi, e que só naqueles momentos que eu poderia aproveitar, deixei de tomar banho de piscina por causa do meu corpo, deixei de sair pra lugares com determinada roupa por que tinha medo de ser julgado, e hoje em dia eu vejo o quanto eu fui imaturo suficiente pra deixar isso acontecer.


Hoje em dia eu mudei muito, graças a Deus. Hoje eu sei da minha importância, sei também do meu valor e também tive que aprender que tem pessoas, que vão gostar de mim simplesmente por quem eu sou, e também vai ter aquelas que não vão gostar, daí esse tipo de problema não é mais comigo é problemas delas, às vezes a gente têm que deixar as pessoas de lado, as críticas, as risadinhas, e ser feliz por que daqui um tempo você ver, que continua na mesma, parado, infeliz, e sem dúvidas com aquele arrependimento que poderia ter feito tudo de outra forma. Agora me fala você, vai deixar os outros decidirem sua vida por você? Vai deixar de fazer as coisas que você sempre quis, por causa fulano ou sicrano, acho que ouvi um NÃO NE ?
Comentários do Facebook
2 Comentários do Blogger