A vida imperfeita do instagram


Nossa quantos filtros do vsco cam. Qual é o editor que você usa? Afterlight ou VSCO Cam? Por cima de tantas camadas de filtros existe uma pessoa infeliz também em alguma hora ou outra, ta? Eu sei, que muita coisa do que eu falar aqui não vai mudar o fato de dizer que você vê e quer a vida perfeita de fulano famoso do insta, até eu quero. Academia, lanches, compras em NY, quantos sonhos, quantas ilusões amontoadas.

Mas por que você está falando isso? É que muita coisa anda me irritando, além de meus próprios julgamentos, as famosas perguntinhas por que não tenho um instagram.

Ainda não entendi por que você não tem insta?  Como qualquer ser humano adoro colecionar distúrbios, stress, sentimentalismo e muito julgamento da minha imagem, sobre eles não vou nem mencionar aqui, vai por mim, a lista é enorme. As selfies estão se tornando cada vez menos freqüentes em minha vida. Posta. Está tudo bem. Você está lindo. Com poucos minutos, esse sentimento babaca de olhar os defeitos em tudo começa, ‘’ nossa como você saiu narigudo nessa foto, como seu rosto saiu com a cara de bolacha’’. De uma forma ou outra isso cansa. APAGA.

Cansa de pouco a pouco. Vai corroendo todo sentimento de auto-estima que um ser humano pode ter, dói muitas das vezes, depois passa e tudo volta ao normal. Então tudo começa quando tento tirar outra foto, esse sentimento de vai e vem acabou comigo, com meus sentimentos, com a única imagem que eu tinha de mim.

Vamos juntar pra tirar uma selfie, diz os amigos. Vamos lá, fico atrás. Deixa eu dá uma virada nesse rosto pra ver esse maldito rosto de bolacha fica melhor, ops! Fica na minha frente fulana, por que as pessoas podem ver como é meu corpo.

Muitas coisas como essa foram me cansando, eu sei que não deveria ligar tanto pra isso. Eu acho que esse texto foi uma das coisas que eu queria ter escrito nesses últimos tempos, pra mostrar que nem todos os dias as pessoas acordam felizes como elas mostram, ou se sentem bonitas ao acordarem. A vida de ninguém é tão perfeita quando pensamos. 
Comentários do Facebook
9 Comentários do Blogger