Permita-se, foi diferente


Dias diferentes, eu estou falando desses últimos dias. Aproveitei o bastante, me desprendi um pouco da minha vida virtual. Peguei um sol, coisa que fazia meses que eu não andava no sol, mesmo assim continuo odiando. Bom, esses últimos dias, eu me permitir mais, busquei mais uma certa coisa chamada confiança em si mesmo, e que eu sou capaz de coisas difíceis e boas. Comecei a andar de skate, levei um tempo que dói até hoje, aliás, as feridas que ficavam estão cicatrizando, como as da minha vida, aquelas frustradas sabe? Me permiti mai, busquei a felicidade em pequenas e boas coisas, curti mais minha família, conversei mais, dei mais risadas. Foi bom. Tava estava morrendo de saudades do meu computador, não parei de pensar nem um minuto aqui, estou aprendendo a cuidar melhor do blog, vou mudar várias coisas mais na hora certa eu vou falar, a felicidade é uma coisa tão boa. Ela poderia ir mais e nunca mais voltar ne? Só acho. Não procurei pensar demais, só tentei não pensar o máximo possível, acho que isso é o que legal, não pensar muito. Sei lá, criar expectativas faz mal para a saúde, tanta mentalmente, quanto para o corpo que faz você comer horrores, por causa da maldita ansiedade. Odeio colecionar, complexos e stress, acho que falta mais da minha parte, cada dia eu me olho no espelho, e me vejo outra pessoa, ainda bem. É bom mudar, faz bem. Ser feliz é tudo, busque, desapegue, viva, Seja você mesmo.
Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger