Oi gente, tudo bom? ~dd11~

Eu ultimamente nunca sei como começar um texto aqui para o blog, nunca sei qual assunto começar a escrever, nunca sei qual motivo eu deixei de postar aqui, ainda quero um dia poder voltar a postar. Sabe quando a nossa vida toma um rumo diferente que pelo menos uma vez  na vida você não quer interferir, não quer criar expectativas e não quer se decepcionar? Pois bem, estou nessa fase de querer viver um dia de cada vez, talvez essa seja uma forma de não querer mais me decepcionar tanto, quanto com a vida e por mim.

Eu estou fazendo isso por mim e pra mim, sabe aquele famoso pra mim  tanto faz? Pois bem, ultimamente está fazendo muito efeito, (muito mais do que alguns anos atrás) Se for para ser será, se for para conseguir vai conseguir, enfim e por fim acho que deu para entender a dimensão de onde eu quero chegar.

Chega uma hora que seu coração só concorda, é tanto faz, é certo, é destruído, é completo, é empurrado, é enganado e assim vai, eu quero falar que durante alguns dias eu vejo que é só aceitar os fatos e não lutar contra eles. É melhor ir junto com o vem junto, talvez seja melhor assim sabe? Chega uma hora na vida que tudo acaba, os sonhos, os desejos, os amores, as vontades, a felicidade, a triste e com tudo isso vem as emoções. Tem dias que seu coração só quer simplesmente ser abraçado, só quer simplesmente ser entendido e não julgado. Talvez você não me entenda, porém um dia você vai entender que alguma parte desse texto vai fazer parte da sua vida, me desculpem ultimamente pelos textos bosta, é por que é tudo decorrência da minha vida, que é resumida ultimamente a dormir e netflix, não estou reclamando é a vida dos sonhos de qualquer pessoa. 




Hoje vamos conversar sobre diferenças e mudanças. Boa parte da minha vida eu passei me questionando por ter nascido tão diferente das outras pessoas, ‘’consideradas em um padrão normal’’, que era: Ser magro, ter o cabelo liso estilo o de Justin Bieber e tirar boas selfies (talvez exibindo um tanquinho, que obvio não tenho).  

Passei boa parte da minha adolescência me odiando sem querer pelo menos me olhar no espelho pelo simples fato de nem querer ver minha própria imagem, isso cada dia só iria aumentando. Eu acho que esse meu querer mudar constante, era só questão de ser aceito sabe? Só que ultimamente eu vejo que não adianta que os outros te aceitem, e internamente não. Eu acho que isso é clichê, pois é verdade, ‘’você sempre vem de dentro pra fora’’.

Dei-me um tempo, emagreci quarenta quilos e hoje eu vejo o quanto eu sou forte por ter aguentado tudo que passei na vida, a diferença do Lucas de 2010 pra o Lucas de agora é que o de hoje se permite. Se o Lucas de antes soubesse que iria ser assim, ele teria mudado muitas coisas do passado, tenho certeza ‘’ei garoto, seja mais forte, você vai vencer isso tudo’’.

Eu sei que as coisas não andam perfeitas, só que hoje eu vinha feliz da academia e encontrei uma mocinha chorando na volta, claro que ela tentou disfarçar só que quando a gente chora, por mais que queremos disfarçar ou usar algum tipo de máscara vulgo o sorriso, é inevitável. Todo mundo percebe quando alguém está chorando, sorrir é só mais uma maneira de evitar conflitos, perguntas desnecessárias e julgamentos. É só mais uma maneira de blindar, acredite.

 Minha vontade era só de sentar ali perto e tentar resolver de alguma forma o problema, só que infelizmente a gente não tem esse poder de ajudar a todos, INFELIZMENTE. Eu acabei entendendo que não pode levar o mundo em toda a cabeça, não dá pra resolver todos os problemas, a vida é cheio deles, então vamos arrumando um tempinho de cada vez para ir ajeitando um por um, sempre lembre: De dentro pra fora, você vai conseguir.


                                   Me sigam no instagram